acolhimento e mapeamento

Homepage Fóruns Assuntos Gerais Aula 3 – Mapeamento acolhimento e mapeamento

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #14405

    Para falar sobre o mapeamento como uma fermenta para nos ajudar nesse momento de pandemia, nessa visão panorâmica da escola, território e da relação entre os sujeitos e os espaços, vamos retomar o episódio “Correio” do Cidade dos Homens. De uma forma sucinta vemos a necessidade do mapeamento pela questão da otimização das nossas ações, mas também vimos como o mapeamento é uma ferramenta política:
    a) Qual o uso ou desuso político do mapeamento? (por que os carteiros/governo entrega nas ruas de asfalto, e não nas comunidades?)
    b) o mapeamento fornece dados para quem e para quê? (os conflitos do mapeamento realizado por eles acabou chamando dos policiais)
    c) o mapeamento político exige uma análise mais profunda do território: exige interação.
    Nesse atual momento, quais são os interesses do governos, das Secretarias de Educação, da mídia em divulgar, às vezes de forma conflitante, os diversos dados/mapeamentos, tais como:
    a) quantidade de alunos que tem acesso ao ensino remoto/EAD?
    b) Em quais camadas sociais estão distribuídos os nossos alunos conforme o acesso à internet?
    c) A renda familiar dos alunos, quem perdeu emprego, quem ganhou?
    Todos esses fatores impactam o processo de ensino-aprendizagem, pois as crianças que têm os seus pais que perdem empregos, fica mais difícil para elas terem recursos de acesso, ou mesmo ajuda familiar nas tarefas escolares.
    E como vamos mapear tudo isso em plena distância? Como será a nossa volta? O nosso primeiro mapeamento efetivo será sobre o quanto essas crianças deixaram de aprender, não só em conteúdo, mas também em relações sociais, culturais, na escola. Uma avaliação diagnóstica, para conteúdos, a princípio, fornecerá os primeiros dados de um mapeamento sobre os conteúdos. Mas só isso não basta. É necessário também, fazer assembleias com os responsáveis dos alunos, virtuais, presenciais (respeitando todos os protocolos de segurança, e marcando turma por turma, por exemplo), para outras informações sejam colhidas e mapeadas pela escola:

    a) Como os alunos, as crianças, passaram durante a pandemia?
    b) Eles estudaram? Tiveram ajuda familiar? Se sim, quantas horas diárias ou semanais?
    c) Aconteceu alguma crise familiar: perda de emprego, violência, perde de algum parente pela Covid-19 ou outra doença?
    d) Como a criança interagiu com outras crianças?

    Será uma volta com muito apoio, acolhimento e mapeamento.

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • O fórum ‘Aula 3 – Mapeamento’ está fechado para novos tópicos e respostas.