Responder a: COMENTÁRIOS DA EQUIPE FORMADORA

#14663
Rogê Carnaval
Moderador

Olá cursistas!

Não há regra que não mereça ser, no mínimo, debatida, discutida, para que seu sentido seja tornado claro e dessa maneira possa ser compreendido pelo conjunto daqueles que a cumprirão. O que está em jogo não é a existência de regras, que evidentemente são fundamentais, mas sim a forma como elas passam a vigorar.

O curta-metragem que assistimos nos desperta a atenção para isso. A regra que toda a hierarquia militar faz ser cumprida na marra simplesmente não existia, ou foi criada por um carcereiro por pura implicação com o detento.

O que não podemos é nos furtar a levar o debate adiante, mesmo que seja custoso. É plausível pensar que até mesmo seja necessário que, num primeiro momento, algumas serão colocadas em prática em nome do bem estar coletivo, inclusive. Como adultos, não podemos deixar que as crianças corram qualquer tipo de risco, por exemplo. Ok.

Mas o passo seguinte é levantar a discussão, explicitar o sentido das regras, da importância delas, do porquê existirem. Essa é a chave dessa discussão!

Um abraço,
Rogê