Responder a: COMENTÁRIO EQUIPE FORMADORA

Homepage Fóruns Assuntos Gerais Aula 5 – Mediação de Conflitos COMENTÁRIO EQUIPE FORMADORA Responder a: COMENTÁRIO EQUIPE FORMADORA

#13970
Suzana Milani
Participante

Quando foi perguntado o que a palavra “conflito” no termo mais amplo me traz à mente, me ocorreu uma palavra muito forte: “injustiça”; essa palavra veio de forma muito automática e instintiva, embora eu tenha compreendido o conflito como inerente ao ser humano. Entendo que o conflito não é necessariamente ruim em si mas principalmente na forma como se lida com ele. Ao assistir o documentário “Juízo”, entendi melhor porque muitas vezes a ideia de conflito nos traga o medo da injustiça, pois muitas vezes a “mediação” é feita de modo a alimentar a violência e de tirar a voz e isso infelizmente é prática constante um um sociedade autoritária como a nossa.
Confesso que senti sim um alívio notável quando os formadores disseram em um dos vídeos que a mediação de conflitos não visa solucionar exatamente o conflito mas sim trazê-lo a luz, encará-lo, entendê-lo para então podermos transformá-lo em uma realidade mais justa e numa convivência pacífica. Apesar do nosso sentimento de frustação quando não temos êxito em trazer alguém para o diálogo e a abertura sincera, ainda sim podemos encontrar força na ideia de que essa construção é cotidiana e, por muitas vezes desgastante, mas nunca em vão.
O exercício de escuta é um tanto quanto complexo, pois exige uma atenção enorme de nossa parte em não validar ou mesmo avançar na análise daquele fato exposto pelo outro. No meu exercício houve a dificuldade tanto minha quanto do meu interlocutor em mantermos a proposta no sentido de não avançarmos validando o outro e até mesmo tentando extrair de forma empática do outro mais elementos da narrativa para que pudéssemos explorar o tema, quase como um psicólogo faria…rsrsrs. Fiz o exercício com um amigo com o qual tenho afinidade em vários aspectos e senti que precisava fazer também com alguém menos próximo, um desconhecido até, para exercer melhor a imparcialidade. Em suma, adorei o exercício, dá muito o que pensar!