Responder a: Reflexão sobre o texto da aula 1 – Direitos Humanos e Educação

Homepage Fóruns Assuntos Gerais Aula 1 – Direitos Humanos e Educação em Direitos Humanos Reflexão sobre o texto da aula 1 – Direitos Humanos e Educação Responder a: Reflexão sobre o texto da aula 1 – Direitos Humanos e Educação

#13231

Bom dia colegas!

Realizei a aula 1 há mais de uma semana, porém foi tão provocativa que precisei refazê-la a fim de acomodar tantas inquietações. Quando tentei conectar o texto de Raquel Domingues do Amaral com as Cartas dos Direitos Humanos do povo de Banjul e do povo Islâmico fiquei pensando quanto sangue derramado em grandes guerras coletivas como em guerras solitárias. Solitárias porque muitos são os mártires que na luta por uma causa, sempre em favor de minorias não visíveis para o poder público, abrem mão de sua própria vida. Fiquei pensando que muitas destas causas em favor dos desfavorecidos ganharam visibilidade pelo poder público e pelas mídias e se tornaram, inclusive, importante ponto de interesse econômico. Como exemplo aqui cito a questão dos catadores de lixo que ainda vivem desumanamente, mas são importantes para a economia e o meio ambiente planetário. Em tempo de pandemia, por um inimigo invisível fiquei movida a entrar em uma causa, pois a citação comum em todos os documentos pelo direito à vida e mais explicita pelo povo Islâmico, vida dada por DEUS, que por si só é o suficiente para que fosse respeitada, vivenciamos hoje a necessidade de lutar para garantir a vida, o que implica todos os pormenores do que pode lhe afetar. É tempo de reflexão, de colocar foco no que de fato importa, de resgatar princípios, valores, de garantir direitos sem significar não ter deveres, de eliminar barreiras que dividem ser deste ou daquele lado, mas lutar pelo que é bem comum a toda a humanidade. Neste tempo que vivenciamos a ameaça dos direitos conquistados, ameaça a Democracia é urgente mobilizarmos-nos para não perder direitos conquistados pelo derramamento do sangue de tantos que já se foram e continuar garantindo que o direito a vida com dignidade, que os direitos universais sejam consciência e almejados por todos.