Responder a: Respeito mútuo

Homepage Fóruns Assuntos Gerais Aula 2 – Respeito Mútuo Respeito mútuo Responder a: Respeito mútuo

#12408

Estou aqui pensando por onde começar… Antes mesmo de assistir tudo eu já estava repassando várias situações e acontecimentos do dia a dia para colocar no fórum e conforme ia avançando nas leituras e vídeos parecia que aquilo era pra mim.
Fiquei pensando em um acontecimento real que teve esse ano mesmo, quando estava começando a pandemia e o ano praticamente…
grupos de whatsapp podem ser citados frequentemente sobre a questão do respeito ao outro…
As pessoas há muito tempo estão se perdendo, perdendo valores importantes e dando prioridade para o que não deveria.
Esse ano criei um grupo de whatsapp e convidei uma colega que conhece muita gente e tem muitas informações sobre diversos assuntos e iria contribuir muito com o grupo…
Infelizmente ela é de sindicato e segue uma linha política na qual acredita, assim como outras colegas da mesma…
Quando pessoas opinaram contrariando aquilo que estavam querendo impor as pessoas do grupo, virou uma confusão…
Eu enquanto administradora do grupo e principalmente enquanto ser humano, me coloquei e defendi as diferentes opiniões, porém fui julgada, chamada de várias coisas, por defender que as pessoas se expressassem mesmo que defendendo outros partidos…
No fim das contas fui chamada até de ladra do grupo pela tal colega.
Fico pensando… até onde vai o respeito para pessoas assim?
Vai até onde convém? Até você discordar das opiniões?
Como foi dito em vários momentos, dificilmente há uma escuta, existe apenas querer tudo do meu jeito para certas pessoas e infelizmente o mundo está cheio de gente assim, gente que fala que é democrático, gente que parece ser a melhor pessoa do mundo, enquanto suas atitudes nos mostram completamente o oposto.
E só me resta pensar que talvez um dia a vida ensine essas pessoas a serem melhores, de alguma forma. Pois nos dias de hoje deveríamos estar mais preocupados com o outro, sermos mais flexíveis para dialogar. Afinal, se quero fazer com que o outro entenda porque voto no X ou Y, preciso mostrar o porque para essa pessoa, não impor e fazê-la engolir por ser esse o meu pensamento.
Falta mais amor, falta empatia, falta olhar o outro e deixá-lo ter os mesmos direitos.
Ainda temos muito o que avançar e é uma pena esse curso não fazer parte da formação de profissionais da educação e ser apenas disponibilizado nesses momentos em uma ou duas vezes ao ano.