“As vozes de 2013” – Instituto Vladimir Herzog promove debate sobre as Jornadas de Junho
Profissão Repórter/globoplay
Vídeo da Semana: “Profissão Repórter – Evasão escolar”
11 de junho de 2018
Celebração em homenagem a Mãe Gilda (Marina Silva/Correio da Bahia)
Intolerância contra as religiões de matrizes afro-brasileiras (I)
20 de junho de 2018

“As vozes de 2013” – Instituto Vladimir Herzog promove debate sobre as Jornadas de Junho

600_350_vozes2013-v1

O Instituto Vladimir Herzog promove nesta quarta-feira (13/06) um debate sobre as Jornadas de Junho e o seu legado que permanece vivo até os dias atuais, em que se completam 5 anos desde que eclodiram.

No centro da cidade, cenário de grande parte daquela movimentação popular, estarão reunidos jornalistas e ativistas que fizeram parte do processo, compondo uma mesa que depois se abrirá a intervenções do público.

O papel da comunicação na luta contra a violação dos Direitos Humanos, as manifestações da cidadania e os sentidos da democracia estarão em pauta para refletir sobre os aprendizados (e deslocamentos) dos processos de “escuta coletiva” no interior da sociedade brasileira que emergiram naquele período.

Confira abaixo a descrição detalhada do evento.

***

O Instituto Vladimir Herzog, com apoio do Centro Universitário Maria Antonia – Universidade de São Paulo (USP), promove no próximo dia 13 de junho (quarta-feira), às 16h, mais um encontro de seu ciclo de debates “Interesse público”, desta vez para refletir sobre o legado das jornadas de Junho de 2013 e sua relação com o atual contexto político do país.

O evento celebra o lançamento da série #DESDEJUNHO, que traz uma análise sócio-cultural desta movimentação popular que dominou o país a partir de Junho de 2013, com exibição do primeiro episódio.

Os convidados para o debate são:

Bruno Torturra, jornalista e fotógrafo. Fundador da rede de jornalismo colaborativo Mídia NINJA (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação). Atualmente é apresentador do Córtex, editor-chefe do programa Greg News (HBO) e editor do Estúdio Fluxo. Participa de discussões sobre política de drogas, direitos humanos e jornalismo em rede.

Laura Capriglione, repórter da Rede Jornalistas Livres, focada na cobertura de Direitos Humanos e Sociais. Trabalhou como repórter especial do jornal “Folha de S.Paulo” entre 2004 e 2013. Conquistou o Prêmio Esso de Reportagem 1994, com a matéria “Mulher, a grande mudança no Brasil”, produzida para “Veja” em parceria com Dorrit Harazim e Laura Greenhalgh.

Rebeca Lerer, jornalista e ativista de direitos humanos, militante desde 1996. Integrante pela Marcha da Maconha e da Aliança pela Água. Foi Diretora de Conteúdo da MATILHA CULTURAL. Trabalhou também na Anistia Internacional Brasil, Greenpeace International e SOS Mata Atlântica.

Além de Rogério Sottili, diretor executivo do Instituto Vladimir Herzog.

Após o debate, a partir das 18h, o Instituto Vladimir Herzog convida a todos para o lançamento do livro “Memória ocular: cenas de um Estado que cega”, de Sérgio Silva e Tadeu Breda. Em 13 de junho de 2013, o fotógrafo Sérgio Silva foi alvejado no olho esquerdo por uma bala de borracha da Polícia Militar enquanto cobria um protesto no centro de São Paulo. Perdeu a visão na mesma hora. Cinco anos depois, ele retorna simbolicamente ao local onde tudo aconteceu, a esquina da Rua Maria Antonia com a Consolação.

SOBRE A SÉRIE
Usando os protestos como pano de fundo a série #DESDEJUNHO discute ao longo de cinco episódios, por meio de material de arquivo e entrevistas, o emergir de novos atores midiáticos no Brasil, movimento influenciado pelas novas tecnologias, pela internet e construção de redes. A partir desses múltiplos pontos de vista, Desde Junho resgata a história recente das Jornadas de Junho.

Como as novas formas de pensar, divulgar e consumir a informação afetam a sociedade? A série foca na experiência do midiativismo e no surgimento de novas tecnologias de comunicação discutindo como a mídia livre inaugurou uma nova forma do cidadão se relacionar com a informação que produz e consome. #DESDEJUNHO é dirigida por Julia Mariano e nasce de uma parceria entre Jurubeba Produções e Noix Cultura com patrocínio da Ancine, Fundo Setorial do Audiovisual, através do BRDE e REDE EBC.

Assista ao teaser: https://vimeo.com/231213843

SERVIÇO
Debate “Interesse público: As vozes de 2013”
Data: 13 de junho (quarta-feira)
Horário: 16h
Local: Salão Nobre do Centro Universitário Maria Antonia (USP)
Rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque, São Paulo/SP

Entrada aberta e gratuita.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *