Bibliografia
 
Bibliografia

Documentos

Declaração Universal dos Direitos Humanos. Organização das Nações Unidas (ONU), 1948.
Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial. Assembleia Geral da ONU, 1965. Ratificação pelo Brasil, 1968.
Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1988.
Convenção dos Direitos da Criança. Assembleia Geral da ONU, 1989.
Estatuto da Criança e do Adolescente. Lei n. 8.069/1990.
Parâmetros Curriculares Nacionais, Temas Transversais. Brasília: Ministério da Educação e Cultura/Secretaria da Educação Fundamental, 1996.
Programa Nacional de Direitos Humanos. Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. Brasília, 2010.
Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Básica: Direitos Humanos. Resolução n. 8/2012.
Revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil: Princípios Éticos. Parecer CNE/CEB n. 20/2009.
Critérios para um atendimento em creches que respeite os direitos fundamentais das crianças. Maria Malta Campos e Fúlvia Rosemberg. 6.ed. Brasília : MEC/SEB, 2009.
Programas

Programa Estadual de Direitos Humanos. Direitos Humanos: Educando para a Democracia. Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania. São Paulo, 1998.
Teaching Human Rigths: Practical Activities for Primary an Secondary Schools. Organização das Nações Unidas. Genebra, 2003.
Programa de Educación para el Ejercício del Derechos Humanos (Eduderechos). Ministério de Educación Nacional. Colômbia, 2010.

Sites sobre Direitos Humanos

  • Biblioteca virtual de Direitos Humanos da Universidade de São Paulo
    http://www.direitoshumanos.usp.br
    Acervo muito amplo com documentos nacionais e internacionais, materiais didáticos etc.
  • BRASIL. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Disponível em: www.sdh.gov.br.
  • Conectas Direitos Humanos
    http://www.conectas.org
    Site com artigos e reflexões sobre os DH na atualidade.
  • DHnet
    http://www.dhnet.org.br/direitos
    Site de consulta com informações diversas sobre os DH no Brasil e no mundo.
  • Declaração Universal dos Direitos Humanos
    http://www.dudh.org.br
    Site com informações, vídeos, notícias e um sistema internacional de denúncias de violações.
  • Human Rights
    http://br.humanrights.com/home.html
    Site com relatórios e vídeos sobre DH, incluindo o vídeo apresentado no módulo 1 do curso Respeitar é Preciso!
  • Instituto Vladimir Herzog
    http://vladimirherzog.org
    Site do Instituto Vladimir Herzog, instituição que visa contribuir para a reflexão e a produção de informação que garanta o direito à justiça e o direito à vida, que promove ações em defesa dos Direitos Humanos, da democracia, da liberdade e da justiça social, promove exposições, debates e ações educativas, além de publicações que recuperam a memória e a história da ditadura e da luta pelos Direitos Humanos no Brasil.
  • Memorial da Resistência
    http://www.memorialdaresistenciasp.org.br
    Site do Memorial da Resistência de São Paulo, instituição dedicada à preservação de referências das memórias da resistência e da repressão políticas do Brasil republicano (de 1889 à atualidade). Divulga testemunhos, exposições, debates e ações educativas ligados aos Direitos Humanos.
  • Núcleo de Violência da USP
    http://www.nevusp.org
    Site com pesquisas e artigos sobre violência e DH.
  • Memoria Abierta
    http://www.memoriaabierta.org.ar
    Em espanhol, o portal da Memoria Abierta, ação coordenada de organizações argentinas de Direitos Humanos, reúne informações sobre o trabalho realizado pelas 27 instituições que formam a rede latino-americana de lugares de memória e consciência. Inclui um catálogo de materiais, exposições e publicações desenvolvidas pelos membros da rede e também uma agenda coletiva que difunde as atividades vinculadas ao trabalho pela memória na América Latina.
  • Memórias da Ditadura
    http:/ /memoriasdaditadura.org.br
    Realizado em parceria pelo Instituto Vladimir Herzog, pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), esse portal reúne informações sobre o período da ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985). Com áreas de interatividade e conteúdos multimídia, possibilita uma visão ampla dos fatos ocorridos no período sob os pontos de vista político, social e cultural, sempre sob a ótica da importância dos Direitos Humanos, da memória e da verdade. Além disso, a área “Apoio ao educador” traz sugestões de trabalho pedagógico.

Direitos Humanos no cinema

  • Cine Direitos Humanos
    http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/direitos_humanos/noticias/?p=162501
    Iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), o Cine Direitos Humanos leva sessões gratuitas de filmes com temática de Direitos Humanos ao Espaço Itaú de Cinema do Shopping Frei Caneca, na região central da cidade, todos os sábados, às 11h. Basta retirar o ingresso na bilheteria. Curadoria de Francisco Cesar Filho.
  • CurtaDoc
    http://curtadoc.tv/tema/direitos-humanos
    O CurtaDoc é um espaço dedicado a documentários latino-americanos. O projeto nasceu no Brasil, em 2009, como um programa para a Sesc TV e, desde 2011, mantém um acervo on-line. Um dos acervos disponíveis na internet é sobre a temática dos Direitos Humanos. Na Sesc TV, a série CurtaDoc é exibida toda terça-feira às 21h, com reprises durante a semana. Os episódios são temáticos e os convidados especiais fazem uma leitura crítica dos documentários apresentados. Há sempre entrevistas com diretores e com profissionais de várias áreas da produção audiovisual.
  • Entretodos
    http://www.entretodos.com.br
    Realizado pela SMDHC e pela Secretaria Municipal de Cultura, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, e organizado pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, o Festival de Curtas-Metragens em Direitos Humanos Entretodos tem como objetivo fomentar a cultura de Direitos Humanos e estimular a produção audiovisual como meio educativo e gerador de debates acerca dos Direitos Humanos.
  • Mostra de Cinema Direitos Humanos
    http://www.mostracinemaedireitoshumanos.sdh.gov.br
    Realizada pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em parceria com o Ministério da Cultura, a Mostra é uma produção da Universidade Federal Fluminense (UFF), por meio do Departamento de Cinema e Vídeo, com apoio da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), do Centro Técnico Audiovisual (CTAv) e da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), com patrocínio da Petrobras e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Filmes

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS, PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO. Acesso à terra. DVD. São Paulo: PaleoTV/Andhep/Ford Foundation, 2011.
_____. Direitos Humanos e povos indígenas. DVD. São Paulo: PaleoTV/Andhep/Ford Foundation, 2010.
_____. Direitos Humanos, cidades e desenvolvimento. DVD. São Paulo: PaleoTV/Andhep/Ford Foundation, 2010.
_____. Direitos Humanos. DVD. São Paulo: PaleoTV/Andhep/Ford Foundation, 2007.
_____. Discriminação, minorias e racismo. DVD. São Paulo: PaleoTV/Andhep/Ford Foundation, 2008.
_____. Educação e cultura dos Direitos Humanos. São Paulo: PaleoTV/Andhep/Ford Foundation, 2009.
Longas-metragens: Batismo de sangue (Brasil, 2007), Entre os muros da escola (França, 2008), Sobral, o homem que não tinha preço (Brasil, 2013) e Hoje eu quero voltar sozinho (Brasil, 2014).
Documentários: Pro dia nascer feliz (Brasil, 2006), Muito além do peso (Brasil, 2012) e Tarja branca: a revolução que faltava (Brasil, 2014).
Curta-metragem: O dia em que Dorival encarou a guarda (Brasil, 1986).
Literatura juvenil que aborda temas dos Direitos Humanos

ALVES, Valdecy. Declaração dos Direitos Humanos em cordel. Fortaleza: Editora Tupynanquim, 2009.
AZEVEDO, Jô; HUZAK, Iolanda; PORTO, Cristina. Serafina e a criança que trabalha: histórias de verdade. São Paulo: Ática, 1999.

BENNETT, William J. (org.). O livro das virtudes para crianças. Trad. Claudia Roquete Pinto, Ricardo Silveira, Luiz Raul Machado, Lia Neiva, Carlos Alves e Sofia Sousa Silva. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.
FILIPOVIC, Zlata. O diário de Zlata. Trad. Antônio de Macedo Soares e Heloisa Jahn. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.
FILIPOVIC, Zlata & e CHALLENGER, Melanie (orgs.). Vozes roubadas: diários de guerra. Trad. Augusto Pacheco Calil. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
OLIVEIRA, Rui de. Três anjos mulatos do Brasil. São Paulo: FTD, 2011.
PHILBRICK, Nathaniel. A vingança da baleia: a verdadeira história do baleeiro Essex. Trad. Rubens Figueiredo. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
PIQUEMAL, Michel & LAGAUTRIERE, Philippe. Fábulas filosóficas. Trad. Irami B. Silva. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2012.
RIBEIRO, Darcy & ALVES PINTO, Ziraldo. Noção de coisas. São Paulo: FTD, 1995.

Literatura infantil que aborda temas dos Direitos Humanos

COLASANTI, Marina. A moça tecelã. São Paulo: Global, 2004.
(Contos que valorizam as mulheres.)
DAVIS, Aubrey. A sopa de botão de osso. Trad. Gilda de Aquino. São Paulo: Brinque–Book, 1998. (Conto popular da tradição judaica sobre a cooperação. Com temática bastante atual, mostra como solidariedade e cooperação podem nos fazer sair bem de situações das quais não conseguiríamos individualmente.)
FETH, Monica. Quando as cores foram proibidas. Trad. Dieter Heidemann e Maria de Lourdes Porto. São Paulo: Brinque-Book, 1998. (Livro sobre justiça e responsabilidade.)
LEITE, Márcia. Olívia tem dois papais. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. (Livro sobre novas configurações familiares. A autora escreve sobre as configurações familiares de homossexuais.)
MACHADO, Regina. O violino cigano e outros contos de mulheres sábias. São Paulo: Companhia das Letras, 2004. (Histórias coletadas na tradição oral de vários países e povos. Protagonizados por mulheres, os contos apresentam uma série de heroínas corajosas. Com astúcia, perseverança e sabedoria, elas enfrentam desafios e provações, seguindo tortuosos caminhos em busca da felicidade plena.)
MUTH, Jon J. As três perguntas: baseado numa história de Leon Tolstói. Trad. Monica Stahel. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012. (Livro sobre escolhas e decisões.)
SEDH; MEC; UNESCO. Os Direitos Humanos. Ilustrações de Ziraldo. Brasília, 2008. (Comenta os DH, com foco na vida cotidiana das crianças.)
TOLSTÓI, Liev. De quanta terra precisa um homem? Tradução, adaptação e ilustração de Cárcamo. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 2009. (Livro sobre justiça.)

Matérias de jornal sobre DH

DE LUCENA, Eleonora. Páginas de sangue: os livros pensam a violência urbana. Folha de S.Paulo. São Paulo, 29/7/2012.
MAISONNAVE, Fabiano. Escravidão no mundo atinge 30 milhões. Folha de S.Paulo. São Paulo, 17/10/2013.

MENDONÇA, Ricardo. Carta faz 25 anos com 112 temas à espera de uma lei: várias normas previstas em 1988 ainda não foram aprovadas pelo Congresso. Folha de S.Paulo. São Paulo, 5/10/2013. (Caderno especial sobre o aniversário da Constituição.)
SCHWARCZ, Lilia Moritz & MACHADO, Maria Helena Pereira Toledo. Um pouquinho de Brasil: por que deveríamos nos reconhecer nas cenas de “12 anos de escravidão”. Folha de S.Paulo. São Paulo, 2/3/2014.
SCHWARTSMAN, Hélio. Genealogia da moral: o debate sobre a tortura mostra quão pouco sabemos de nós mesmos. Folha de S.Paulo, 3/3/2013.
SPINELLI, Evandro. Integrar as pessoas da cidade coíbe a violência: entrevista com o arquiteto José Armênio de Brito Cruz. Folha de S.Paulo. São Paulo, 4/6/2012. (Entrevista sobre a questão da arquitetura social.)

Textos teóricos sobre Direitos Humanos, democracia e cidadania

ADORNO, Sérgio. Os primeiros 50 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU. Universidade de São Paulo, Núcleo de Estudos da Violência, 1999. Disponível em: http://www.nevusp.org/portugues/index.php?option=com_content&task=view&id=887&Itemid=122. Acesso em: 19 nov. 2014.
BENEVIDES, Maria Victoria. A cidadania ativa: referendo, plebiscito e iniciativa popular. São Paulo: Ática, 1991. v. 1.
______. Cidadania e direitos humanos. Em CARVALHO, José Sérgio (org.). Educação, cidadania e direitos humanos. Petrópolis: Vozes, 2004, p. 43-65.
______. Desafios para a democracia no Brasil. Rio de Janeiro: Cedac/Oikos, 2005. v. 1.
BENEVIDES, Maria Victoria & SOUSA JUNIOR, José Geraldo. O eixo educador do Plano Nacional de Direitos Humanos. Revista Direitos Humanos, v. 5, p. 22-25. Brasília: Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, 2010.
CARBONARI, Paulo César (org.). Sentido filosófico dos direitos humanos: leituras do pensamento contemporâneo. Passo Fundo: Instituto Superior de Filosofia Berthier, 2006.
COMPARATO, Fábio Konder. A afirmação histórica dos direitos humanos. São Paulo: Saraiva, 2005.
COSTA, Paulo Sérgio Weyl A. (coord.). Direitos humanos em concreto. Curitiba: Juruá, 2008.
DALLARI, Dalmo de Abreu. Direitos humanos e cidadania. São Paulo: Moderna, 2004.
DE LA TAILLE, Yves. Crise de valores ou valores em crise? Porto Alegre: Artmed, 2009.
_____. Formação ética: do tédio ao respeito de si. Porto Alegre: Artmed, 2009.
MOISÉS, José Álvaro. Cidadania, confiança e instituições democráticas. Lua Nova: Revista de Cultura e Política, v. 65, p. 71-94. São Paulo: Cedec, 2005.
_____. Cultura política, instituições e democracia: lições da experiência brasileira. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 23, n. 66, p. 11-43. Universidade de São Paulo, Anpocs, 2008.
_____. Os significados da democracia segundo os brasileiros. Opinião Pública, v. 16, n. 2. Campinas: Unicamp, 2010.

MULLER, Jean-Marie. O princípio da não violência: uma trajetória filosófica. Trad. Inês Polegato. São Paulo: Palas Athena, 2007.
SCHILLING, Flávia (org.). Direitos humanos e educação: outras palavras, outras práticas. São Paulo: Pró-Reitoria de Pesquisa USP/FEUSP/Cortez, 2005.
SCHILLING, Flávia. O direito à educação e a educação como um direito humano: tensões e possibilidades em torno da ideia de Justiça. Em NALINI, José Renato & CARLINI, Angélica (orgs.). Direitos humanos e formação jurídica. Rio de Janeiro: Forense, 2010, v. 1, p. 89-99.
_____. O direito à educação: um longo caminho. Em BITTAR, Eduardo C. B. (org.). Educação e metodologia para os direitos humanos. São Paulo: Quartier Latin, 2008, p. 273-283.
VIOLA, Solon. Direitos humanos e democracia no Brasil. Porto Alegre: Editora da Unisinos, 2008.

2. EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS

Documentos

  • Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos. Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos. Coordenação de Herbert Borges Paes de Barros e Simone Ambros Pereira; colaboração de Luciana dos Reis Mendes Amorim et al. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos/Ministério da Educação, 2006.
  • Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos. Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação, Resolução CNE/CP n. 1, de 30 de maio de 2012.
  • Proposta de Programa de Reorientação Curricular e Reestruturação Organizacional da Rede Municipal de Ensino de São Paulo. Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, 2013. Disponível em: http://portalsme.prefeitura.sp.gov.br/Regionais/109200/Documentos/minuta_doc_consulta_publica.pdf. Acesso em: 8 dez. 2014.
  • Programa de Metas 2013-2016 do Município de São Paulo (gestão Fernando Haddad), que inclui a EDH. Disponível em: http://ww2.prefeitura.sp.gov.br//videos/AF_FolhetoProgramaMetas.pdf. Acesso em: 8 dez. 2014.
  • Nota Técnica 21 do Programa Mais Educação São Paulo, publicada em 10/10/2013. Disponível em: maiseducacaosaopaulo.prefeitura.sp.gov.br/documentos. Acesso em: 19 nov. 2014.
  • Decreto n. 54.454, de 10 de outubro de 2013, da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, que fixa diretrizes gerais para a elaboração dos regimentos educacionais das unidades integrantes da Rede Municipal de Ensino, bem como delega competência ao Secretário Municipal de Educação para o estabelecimento das normas gerais e complementares que especifica.
  • Orientação Normativa n. 1/13. Avaliação na Educação Infantil: aprimorando os olhares. São Paulo: Secretaria Municipal de Educação, 2013.
  • O que é importante lembrar no “Dia do Índio”: subsídios para a discussão da história e da cultura indígena. São Paulo: Núcleo de Educação Étnico-Racial da Secretaria Municipal de Educação, 2014.
  • O que não pode deixar de ser dito sobre o 13 de maio de 1888? Subsídios para a discussão da história e da cultura afro-brasileira e africana. São Paulo: Secretaria Municipal de Educação, 2014.
  • Diálogos interdisciplinares a caminho da autoria: elementos conceituais e metodológicos para a construção dos direitos de aprendizagem do Ciclo Interdisciplinar. São Paulo: Secretaria Municipal de Educação, 2015.
  • Educação de Jovens e Adultos: princípios e práticas pedagógicas. São Paulo: Secretaria Municipal de Educação, 2015.
  • Indicadores da Qualidade na Educação Infantil Paulistana. São Paulo: Secretaria Municipal de Educação, 2015.
    Somos Todos Migrantes: educação e migrações na cidade de São Paulo. Curso optativo de formação continuada. São Paulo: Centro de Referência e Acolhida para Imigrantes/Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania/Secretaria Municipal de Educação/Serviço Franciscano de Solidariedade, 2015. No prelo.
    Programas
  • Ética e Cidadania no Convívio Escolar: uma proposta de trabalho. Brasília: MEC/ Secretaria da Educação Fundamental, 2000.
  • Ética e Cidadania: construindo valores na escola. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2007.
  • Programa Mundial para Educação em Direitos Humanos. Nova York/Genebra: ONU, 2006.
  • Programa Mais Educação São Paulo: subsídios para a implantação. São Paulo: Secretaria Municipal de Educação, 2014.

Sites sobre Educação em Direitos Humanos

  • DHnet (item sobre EDH)
    http://www.dhnet.org.br/educar/index.html
    Site com diversas informações sobre EDH e que deve lançar em breve uma enciclopédia de EDH para dar apoio a planos de ação.
  • Portal de EDH da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania do Município de São Paulo
    http://portaledh.educapx.com
  • Observatório de Educação em Direitos Humanos em Foco
    http://observatorioedhemfoco.com.br
    Site com material pedagógico e indicações multimidiáticas.

Matérias de jornal sobre escola e DH

  • BALMANT, Ocimara. Construção da escola influencia aprendizado. O Estado de S. Paulo. São Paulo, 2/5/2011.
  • BEDINELLI, Tatiana & REWALD, Fabiana. Escolas se intrometem no que aluno faz em rede social: casos de ofensa e exposição negativa de colégios e estudantes são punidos. Folha de S.Paulo. São Paulo, 19/6/2011.
  • CADERNO ESPECIAL Quem educa os educadores? Folha de S.Paulo. São Paulo, 4/8/2013.
  • CANCIAN, Natália & SARRES, Carolina. Violência ou educação? Folha de S.Paulo. São Paulo, 23/11/2011. (Matéria sobre a Lei da Palmada. )
  • CANCIAN, Natália & TUROLLO JÚNIOR, Reynaldo. Escolas excluem alunos de passeio cultural. Folha de S.Paulo. São Paulo, 21/11/2012.
  • EZABELLA, Fernanda. A arte da paz. Folha de S.Paulo. São Paulo, 25/4/2011. (Matéria sobre um professor norte-americano e seu projeto.)
  • FRAGA, Érica. Educação explica 100% da desigualdade de renda: entrevista com o economista Alexandre Rands. Folha de S.Paulo. São Paulo, 17/6/2013.
  • GOIS, Antônio. Finlândia na favela. Folha de S.Paulo. São Paulo, 19/5/2011. (Notícia sobre escola municipal do Rio de Janeiro que obteve excelentes resultados.)
    _____. Premiar e punir. Folha de S.Paulo. São Paulo, 24/5/2010.
  • MANDELLI, Mariana. Alunos de baixa renda recebem menos conteúdo. O Estado de S. Paulo. São Paulo, 29/8/2011.
    _____. Localização da escola influencia desempenho do aluno, revela pesquisa. O Estado de S. Paulo. São Paulo, 2/7/2011.
  • SHINODA, Alessandro & GALLO, Ricardo. Julia quer ir à escola. Folha de S.Paulo. São Paulo, 31/8/2012. (Matéria sobre crianças sem teto que querem estudar.)
  • SOARES, Pedro. 58,4% ainda têm carências sociais, apesar de melhora. Folha de S.Paulo. São Paulo, 29/11/2012.
  • TRINDADE, Eliane & VINES, Juliana. Lição de desrespeito. Folha de S.Paulo. São Paulo, 30/4/2013. (Matéria sobre episódio de violência sexual envolvendo alunos.)

Textos teóricos sobre Educação em Direitos Humanos e escola

ARAÚJO, Ulisses F. (coord.). Temas transversais, pedagogias de projetos e mudanças na educação. São Paulo: Summus, 2014. (Coleção Novas Arquiteturas Pedagógicas.)
ARAÚJO, Ulisses F. & AQUINO, Julio Groppa. Os direitos humanos na sala de aula: a ética como tema transversal. São Paulo: Moderna, 2001.
BENEVIDES, Maria Victoria. Educação em direitos humanos: de que se trata? Convenit Internacional/USP, v. 6, p. 43-50, 2001.
_____. Educação para a democracia. Lua Nova: Revista de Cultura e Política, v. 38, p. 223-237. São Paulo: Cedec, 2004.
BROCHADO, Mariá; ABREU, Décio; FREITAS, Natália (orgs.). Educação em direitos humanos: uma contribuição mineira. Belo Horizonte: Ed. da UFMG/Proex, 2009. (Coletânea de artigos elaborada pelo Projeto Integrando Ações de Educação em Direitos Humanos em Minas Gerais, uma parceria entre o Fórum Mundial de Direitos Humanos e a Universidade Federal de Minas Gerais. Órgão fomentador: Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.)
BURATTO, Ana Luiza Oliva; DANTAS, Maria Coelho; MARCÍLIO DE SOUZA, Maria Thereza Oliva. A direção do olhar do adolescente focalizando a escola. Porto Alegre: Artes Médicas, 1988.
BUSQUETS, Maria Dolores et al. Temas transversais em educação: bases para uma formação integral. Trad. Cláudia Schilling. São Paulo: Ática, 1997.
CANDAU, Vera Maria F. & SACAVINO, Susana B. (orgs.). Educação em direitos humanos: temas, questões e propostas. Petrópolis: DP&A, 2008.

CLAUDE, Richard Pierre. Direito à educação e educação para os direitos humanos. Sur: Revista Internacional de Direitos Humanos, v. 2, n.2. São Paulo, 2005.

DUSSEL, Inés. A transmissão cultural assediada: metamorfoses da cultura comum na escola. Trad. Neide Luzia de Rezende. Cadernos de Pesquisa, v. 39, n. 137, maio/ago. de 2009.

MARINHO, Genilson C. Educar em direitos humanos e formar para cidadania no Ensino Fundamental. São Paulo: Cortez, 2012. v. 1.
ORGANIZACION DE ESTADOS IBEROAMERICANOS para la Educación, la Ciencia y la Cultura. Educación, Valores y Democracia. Madri, 1998.

PONCE, Branca Jurema. Educação em valores no currículo escolar. Revista E-Curriculum. v. 5, n. 1. São Paulo, 2009.

RESENDE, José Manuel & GOUVEIA, Luís. As artes de fazer o comum nos estabelecimentos de ensino: outras aberturas sociológicas sobre os mundos escolares. Fórum Sociológico, n. 23, p. 10. Lisboa, 2013.
SACAVINO, Susana B. Democracia e educação em direitos humanos na América Latina. Petrópolis: DP&A/Novamerica, 2009.

SAVATER, Fernando. Ética para meu filho. Trad. Monica Stahel. São Paulo: Planeta do Brasil, 2005.
_____. Política para meu filho. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

SCHILLING, Flávia. Direitos humanos e educação: outras palavras, outras práticas. São Paulo: Cortez, 2011.
_____. Igualdade, desigualdade e diferenças: o que é uma escola justa? Educação e Pesquisa, Revista da Faculdade de Educação da USP, v. 39, p. 31-48. São Paulo, 2013.

______. Indisciplina, violência e o desafio dos direitos humanos nas escolas. Brasília: MEC/Programa Ética e Cidadania, 2007.

REDE DE OBSERVATÓRIOS DE DIREITOS HUMANOS. Os jovens, a escola e os direitos humanos. Relatório de Cidadania II. São Paulo: NEV, 2002.

YUS, Rafael. Temas transversais: em busca de uma nova escola. Trad. Ernani F. da F. Rosa. Porto Alegre: Artmed, 1998.

3. MÉTODOS E EXPERIÊNCIAS SOBRE DEMOCRACIA, PROCESSOS PARTICIPATIVOS, DIÁLOGO E CONFLITOS NA ESCOLA

GVive (Ginásio Vocacional Vive em nossa mente e coração)
http://gvive.blogspot.com.br
Blog disseminador de notícias e mensagens da GVive sobre educação, experiências educacionais, eventos e conteúdos da GVive, dos Ginásios Vocacionais e do Serviço de Ensino Vocacional.

ANISTIA INTERNACIONAL. Carpeta Latinoamericana de Materiales Didacticos para Educacion en Derechos Humanos. Instituto Interamericano de Derechos Humanos/Centro de Recursos Educativos. Uruguai, 1995.
BENEVIDES, Maria Victoria. Dicionário de gestão democrática: conceitos para a ação política de cidadãos, militantes sociais e gestores participativos. Belo Horizonte: Autêntica, 2007. v. 1.
BOHM, David. Diálogo: comunicação e redes de convivência. Trad. Humberto Mariotti. São Paulo: Palas Athena, 2005.

CECCON, Claudia et al. Conflitos na escola: modos de transformar. Dicas para refletir e exemplos de como lidar. São Paulo: Cecip/Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2009.

STONE, Douglas; PATTON, Bruce; HEEN, Sheila. Conversas difíceis: como argumentar sobre questões importantes. Rio de Janeiro: Campus-Elsevier, 2011.

VAN DEN BOSCH, Eduardo Rombauer. Métodos e atitudes para facilitar reuniões participativas. Coordenadoria do Orçamento Participativo da Prefeitura de São Paulo/Fundação Friedrich Ebert/ILDES, 2002.


Bibliografia